10 Outubro 2009

O Processo de Tradução

O processo de tradução de uma molécula de RNA_mensageiro ocorre no citoplasma dos procariotas e eucariotas (mais especificamente nos ribossomas) , após o RNA ter sido transcrito a partir de uma fita molde de DNA. Nos eucariotas, uma vez transcrita no núcleo a molécula de RNA mensageiro, esta desloca-se para o citoplasma, onde ocorre a tradução. O processo de tradução consiste na síntese de uma protéina a partir dos codões , tripletos de bases azotadas específicos para cada aminoácido. O inverso, no entanto não é verdadeiro pois um único aminoácido pode ser codificado por mais do que um codão. Veja por exemplo o caso da fenilalanina. A fenilalanina pode ser codificada tanto por TTT como por TTC. No entanto TTT será sempre um dos codões de reconhecimento da fenilalanina. Os aminoácidos constituintes da proteina nascente são capturados no meio através dos RNA de transferência (transportadores), que possuem os anti-codões, que são tripletos de bases azotadas que se emparelham com os codões presentes na molécula de RNA mensageiro. Uma vez incorporado o aminoácido na nova proteína, o RNA transferência separa-se da maquinaria de síntese proteica.
Na realidade uma molécula de RNAmensageiro não é traduzida por um só ribossoma, mas por vários - polirribossomas - dando origem à produção de várias proteínas idênticas.
Adaptado de O DNA vai à escola

Sem comentários: