22 junho 2009

Tropismos - Movimentos nas plantas

Os vegetais reagem a alguns estímulos do ambiente através de movimentos de partes do seu corpo. Esses movimentos são: os tropismos e as nastias ou nastismos.

TROPISMOS

O tropismo pode ser positivo ou negativo. É positivo quando a planta cresce no sentido do estímulo e negativo quando cresce afastando-se do estímulo, sendo assim, os tropismos correspondem com mudanças na direcção do crescimento. No fototropismo, o estímulo é a luz. Isto pode ser observado, quando uma planta colocada numa zona escura cresce na direcção de onde vem a luz. No gravitropismo ou geotropismo, o estímulo é a gravidade, a raiz possui gravitropismo positivo e o caule, gravitropismo negativo. A explicação de como a planta responde à gravidade, deve-se à acumulação de auxina na face inferior dos seus órgãos. O tigmotropismo é um movimento de curvatura da planta estimulado pelo contato com um suporte, como é o caso das plantas trepadeiras. Pode-se falar, também, em hidrotropismo que é o movimento orientado para a água, e em quimiotropismo, que é o movimento orientados para determinadas substâncias.

NASTIAS

São movimentos que não abrangem crescimento e não são orientados, ou seja, são sempre os mesmos, não são resultantes da direção do estímulo. Exemplo deste movimento é o que ocorre na planta sensitiva, pois quando tocada, seus folíolos se fecham, e as folhas inclinam-se.
Esse movimento é ocasionado pela perda de água de pequenos órgãos (pulvinos) situados na base dos folíolos e da folha. Com o toque, é provocado um impulso elétrico, onde há a saída de íons de potássio das células dos pulvinos, e elas perdem água por osmose.

brasilescola.com

1 comentário:

JH II disse...

Espetacular blog,parabéns.